Notícias

Notícias

21.06.2022

Mitos e Verdades Sobre a Prematuridade

1- A PREMATURIDADE PODE SER PREVENIDA

Verdade. Realizando-se pré-natal adequado, acompanhamento por meio de exames, tratamentos adequados para fatores de risco e seguindo as orientações médicas, em muitos casos o parto prematuro pode ser evitado.

2 - A PREMATURIDADE É UM GRANDE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA

Verdade. Trata-se de um determinante da morbimortalidade neonatal, sendo a principal causa de mortalidade infantil antes dos cinco anos de idade, e um grande problema de saúde pública, principalmente em países em desenvolvimento.

3 - OS BEBÊS DE 36 SEMANAS NÃO SÃO PREMATUROS

Mito. Todos os bebês nascidos com menos de 37 semanas são considerados prematuros e merecem atenção especial após o nascimento e durante seu desenvolvimento.

4 - TODO BEBÊ PREMATURO PASSA PELA UTI NEONATAL

Mito. Alguns apresentam condições de estar em alojamento conjunto com a sua mãe ou de receber somente cuidados intermediários de saúde, sem necessidade de grandes intervenções ou tempo prolongado de internação. A idade gestacional ao nascimento, principalmente após as 35 semanas, bem como suas condições clínicas, interferem no tempo de internação e no nível de cuidado.

5 - A PRESENÇA DOS PAIS NA UTI NEONATAL AUXILIA NA MELHORA DO PREMATURO

Verdade. A presença dos pais é extremamente importante para o estabelecimento do vínculo, redução do estresse tanto dos pais quanto do bebê, entre outros aspectos, e deve ser encorajada pelos profissionais de saúde envolvidos no cuidado do prematuro.

6 - TODOS OS PREMATUROS SÃO IGUAIS

Mito. Assim como cada bebê é único, com os prematuros não é diferente. Mesmo gêmeos e bebês com as mesmas condições clínicas vão apresentar particularidades no seu desenvolvimento e não devem ser comparados.

7 - O PREMATURO PODE SER AMAMENTADO

Verdade. O prematuro pode e deve ser amamentado, desde que seja também a vontade de sua mãe, pois o leite materno e o ato de sugar o seio serão muito importantes para seu

desenvolvimento e prevenção de doenças que são mais suscetíveis pela prematuridade, como questões respiratórias e alergias.

8 - QUANDO O PREMATURO ATINGIR 38 A 40 SEMANAS SERÁ COMO UM BEBÊ NASCIDO NESSA FAIXA DE IDADE GESTACIONAL, CONSIDERADO RECÉM-NASCIDO A TERMO.

Mito. O prematuro tem um desenvolvimento muito diferente do que teria no útero de sua mãe, portanto possui características únicas e particulares. Dependendo das suas condições, pode chegar nessa idade sem ainda conseguir respirar sozinho ou se alimentar, por exemplo.

9 - PREMATUROS SÃO MAIS SUSCETÍVEIS A DOENÇAS

Verdade. Principalmente a doenças respiratórias, por isso é muito importante uma atenção e cuidado maior dos pais e profissionais que o acompanham.

10 - TODOS OS PREMATUROS TERÃO PROBLEMAS NO SEU DESENVOLVIMENTO

Mito. O prematuro pode apresentar intercorrências ao longo do seu desenvolvimento e tem maior risco para transtornos de aprendizagem e comportamentais, deficiências motoras, infecções respiratórias e doenças cardiovasculares, entre outras, mas isso dependerá de muitos fatores, portanto nem todos apresentam tais questões.

REFERÊNCIAS

  • Ramos, ngela de Camargo e Cuman, Roberto Kenji Nakamura. Fatores de risco para prematuridade: pesquisa documental. Escola Anna Nery [online]. 2009, v. 13, n.2 [Acessado 15 Junho 2022] , pp. 297-304. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/S1414-81452009000200009>. Epub 11 Jun 2010. ISSN2177-9465. https://doi.org/10.1590/S1414-81452009000200009.
  • CASCAES, Andreia Morales; et al. PREMATURIDADE E FATORES ASSOCIADOS NO ESTADO DE SANTA CATARINA, BRASIL, NO ANO DE 2005: ANÁLISE DOS DADOS DO SISTEMA DE INFORMAÇÕES SOBRE NASCIDOS VIVOS. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, 24(5):1024-1032, mai, 2008.

    Compartilhe esta história

    Histórias Reais

    Veja histórias por:

    Receba as novidades

    Assine nossa newsletter e fique por dentro de tudo que acontece no universo da prematuridade.