• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

Padrão de crescimento do prematuro

28/05/2011


     Não podemos exigir que os prematuros cresçam da mesma maneira que crianças que nasceram a termo. Pelo menos não nos 2 ou 3 primeiros anos de vida. Entenda melhor este padrão de crescimento diferenciado...





     "As crianças prematuras possuem um padrão próprio de crescimento e este é classificado em 4 fases, que variam de dias a semanas, em função de diversas condições como a idade gestacional e a duração da doença inicial. Este conhecimento nos ajuda a identificar a fase de crescimento de determinada criança e o padrão esperado para o seu crescimento.


FASE 1 : Retardo do Crescimento
     A primeira fase é a do retardo do crescimento e corresponde a fase de doença inicial, logo após o nascimento. Pode ser comparada a pequena perda de peso inicial do recém-nascido a termo e sadio. A fase de retardo do crescimento é maior quanto: menor a idade gestacional, menor o peso de nascimento, maior a severidade e duração da doença inicial e maior a restrição nutricional pós-natal. Os bebês considerados pequenos para a idade gestacional (PIG) costumam apresentar na vida pós-natal uma fase inicial de retardo do crescimento muito curta ou mesmo inexistente.

FASE 2 : Transição
     A fase de transição ocorre com a estabilização das intercorrências clínicas e com o melhor aporte de energia. Um lento crescimento se inicia marcando a transição entre o retardo do crescimento e a fase de crescimento de recuperação ou "catch-up". A perda de peso pára e começa um discreto aumento do perímetro cefálico e do comprimento. Nos PIG é marcada por um aumento do PC que pode sugerir hidrocefalia ao exame.

FASE 3 : Crescimento de recuperação "CATCH-UP"
     Esta fase é caracterizada por um aumento rápido do peso, comprimento e perímetro cefálico com sua velocidade de crescimento acelerada ultrapassando a encontrada na população geral de crianças a termo. O ambiente favorável tem papel importante no estímulo a fase de "catch-up", tornando-a maior. Crianças prematuras sem problemas clínicos, vão apresentar seu máximo "catch-up" entre 36 e 44 semanas. Em relação ao perímetro cefálico observa-se o "catch-up" máximo entre 30 e 40 semanas. Esta fase pode durar de 6 a 9 meses de idade pós-natal, estando suas medidas ao final do primeiro ano dentro do padrão de normalidade. O "catch-up" dos PIG constitui um dos principais determinantes do seu comprimento. Quando não se inicia até os 9 meses e não alcança padrões perto da normalidade até os 2 anos, dificilmente o fará.

FASE 4 : Equilíbrio
     A última fase, de homeorrexe ou de equilíbrio é caracterizada por uma velocidade de crescimento comparável a das criancas normais."




Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria




  • TAGS

Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se