• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

Os benefícios da música para os prematuros

02/05/2011




     Cada vez mais as UTI's Neonatais têm utilizado a música para melhorar o estado comportamental e de saúde dos bebês prematuros, ou para minimizar a dor durante procedimentos dolorosos. Os benefícios são pais e bebês mais calmos, maior chance de estabilização da condição de saúde do bebê, ganho de peso mais rápido e menor tempo de internação.

     Num artigo de revisão, Dr. Manoj Kumar, da Universidade de Alberta (Canadá), e seus colaboradores, concluíram que ouvir música foi benéfico para bebês prematuros submetidos à procedimentos dolorosos, como uma punção no calcanhar, por exemplo. Esses benefícios seriam relacionados a melhora na alimentação, de parâmetros psicológicos e estados comportamentais e redução da dor. A pesquisa, publicada no Archives of Disease in Childhood foi feita analisando-se batimentos cardíacos, níveis de oxigenação e de dor nos bebês.


     A maioria dos estudos publicados até hoje utilizou como ferramenta cantigas, música instrumental ou canto no estilo de capela (sem instrumentos), com ou sem adição de sons, como os intrauterinos ou de batimentos cardíacos. Foi possível observar, até o momento, efeitos favoráveis na regulação da respiração, pulso e saturação dos bebês, também na redução da atividade motora e estado de excitação após procedimentos invasivos. Porém, os pesquisadores concordam que a música não deve ser tocada o tempo todo, para evitar sobrecarga sensória para os bebês.

     Apesar disso, a maioria dos ensaios clínicos publicados até hoje são de baixa qualidade metodológica. Mais ensaios randomizados e controlados são necessários para confirmar e elucidar os benefícios da música para os neonatos, antes que qualquer recomendação específica para o uso da música na população neonatal seja feita.


Fonte: Psychcentral.com (por Jane Collingwood)


  • TAGS

Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se