• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

Expressão manual de leite materno prolonga período de amamentação comparada com bombas elétricas, diz estudo

29/07/2011



     Achei super interessante esta notícia, pois as mães de prematuros muitas vezes iniciam o estímulo à descida de leite nos lactários e bancos de leite dos hospitais, sem muita orientação profissional. Pelo que estamos vendo, se a expressão de leite materno logo após o parto for manual, a probabilidade do bebê continuar mamando ao seio no médio, longo-prazo é maior do que quando inicia-se a esgota por meio de bombas elétricas.
     Confiram essa notícia em primeira mão! 


     "Estados Unidos - A expressão manual de leite materno no pós-parto imediato pode fazer com que a mãe consiga amamentar por mais tempo, em comparação com o uso de bombas elétricas, relatam os autores de um estudo publicado dia 11 de Julho na revista Archives of Disease in Childhood Fetal e Neonatal Edition.     "Até o momento, não sabíamos qual a técnica era mais vantajosa no período pós-parto", diz a autora Valerie J. Flaherman, professora assistente de pediatria da Universidade da Califórnia-San Francisco (UCSF) e pediatra do Hospital Infantil UCSF Benioff, em um comunicado à imprensa. "Este estudo fornece a primeira evidência científica em favor da expressão manual. Baseado em nossos achados, os médicos devem considerar recomendar expressão manual para mães cujos bebês recém-nascidos estejam mamando de forma insatisfatória."


     O objetivo do estudo foi comparar os efeitos do bombeamento elétrico bilateral com os da expressão manual de leite, entre mães de bebês nascidos a termo, saudáveis, ​​que apresentavam dificuldade para mamar dentro de 12-36 horas após o parto.
     Com a expressão manual, o volume médio de leite ordenhado foi de 0,5mL versus 1mL com bombeamento elétrico. Ambas as técnicas foram associadas com mesmo grau de dor materna e a auto-confiança no processo da amamentação. No entanto, 96,1% das mães que realizaram expressão manual estavam amamentando quando o bebê completou 2 meses, em comparação com 72,7% das mães que utilizaram bombas elétricas.
     "Mães que nunca amamentaram são muito abertas a sugestões para melhorias dessa experiência", disse a Dra. Flaherman. "Se as mães se sentem confortáveis com um método de expressão específico, elas devem escolher o que é melhor para elas. No entanto, se elas estão abertas a qualquer um dos métodos, os profissionais de saúde devem considerar ensiná-las a expressão manual ao invés de recomendar as bombinhas elétricas, principalmente no período neonatal. "
     Limitações deste estudo incluem alguns fatores que afetam os resultados como o abandono do estudo, a falta de randomização, e a não inclusão de mães de bebês mais jovens ou mais velhos ou de mães esgotando leite materno por outros motivos.
     "Nossos resultados são encorajadores e ressaltam a necessidade de mais pesquisas para confirmá-los e para explorar as razões da associação entre as práticas de expressão de leite materno e os desfechos da amamentação" diz o autor Thomas Newman, professor da UCSF."

Fonte: www.medscape.com (Arch Dis Child Fetal Neonatal Ed. Published online July 11, 2011) 27/07/11




  • TAGS

Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se