• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

Thayná Vitória, milagre de Deus

23/12/2018 Thayná Vitória.

"Tive um aborto com 4 meses de gestação. Três anos depois, decidi engravidar e, novamente no quarto mês, quase perdi minha filha. Passei minha gravidez mais no hospital do que em casa. Conseguimos chegar até o 7° mês e ela veio ao mundo com 32 semanas, no dia 24/10/2016, com 1,640kg e 42cm. Não consegui segurar as lágrimas ao ver minha filha. Ouvir seu chorinho já era um bom sinal, a felicidade tomou conta de mim e a todo momento agradecia a Deus!

Thayná Vitória nasceu bem, evoluiu com taquidispneia, sendo colocada no Hood por 8 Horas, com melhora do padrão respiratório, ficando confortável em ar ambiente. Ela foi transferida para UTI Neo com 10h de vida, saturando bem, hemodinâmico estável e tolerando bem a dieta por sonda, fototerapia por 5 dias. 6 dias depois, foi transferida para a UCI. Queria pega-lá no colo, sentir seu cheirinho, mas nos primeiros dias só pude olhar, bater papo através da incubadora e ver meu leite entrando pela sonda.

No total, foi um mês de internação, recebendo alta com 2,060kg. Mesmo não podendo pega-lá para amamentar ao nascer, ela tomava meu leite através da sonda, e, mesmo com esse processo, quando pude amamentá-la, ela conseguiu sugar bem!

Hoje, com 1 ano de idade, Thayná Vitória ainda mama no seio, caminha e já fala algumas palavrinhas! É uma criança saudável. Graças a Deus, deu tudo certo."

(relato da mamãe Luciana Alves Fernandes, enviado em 2018)



Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se