• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

O guerreiro Gabriel e o anjo Miguel

27/06/2017 gabrielcomlogo01

"A minha gestação era gemelar. Com 20 semanas, tive aborto de um dos fetos. Fui levando minha gravidez normalmente. Com 30 semanas, a bolsa do feto em óbito rompeu. Fui para o hospital e fiquei internada. Eles iriam fazer meu parto com 34 semanas, pois esse seria o máximo que poderiam deixar o feto vivo dentro da barriga pra evitar uma infecção. Mas, com 31 semanas, entrei em trabalho de parto e meu guerreiro veio ao mundo pesando 1,840kg e 41cm. Tão pequeno e tão forte ao mesmo tempo!

Foi pra UTIN e logo foi transferido pra UCIN e ali ficou por 29 dias. Graças a Deus ele não precisou ficar entubado, só ficou lá mesmo pelo peso. Para honra e glória do Senhor, meu guerreiro teve alta. Foram 29 dias de muita luta e sofrimento. Ele era tão pequeno e indefeso, mas tão forte, até demais!

Hoje meu príncipe está com 7 meses de pura alegria e gordinho. Meu prematurinho mais lindo do mundo! Amo meu filho. Sim, sou mãe de um prematuro. O nome do meu anjo guerreiro é Gabriel. O outro era menino também, meu Miguel. Mas Deus sabe de todas as coisas, pois agora tenho dois anjos: um no céu e outra na terra. Meus meninos."

(relato da mamãe Juliana, enviado em 2016)



Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se