• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

Mês da prematuridade 2017 foi marcado por grandes eventos

11/12/2017 Caminhada da Prematuridade em Florianópolis.

As atividades do novembro roxo, mês que chama a atenção para a causa da prematuridade, iniciaram-se em setembro, quando a Associação Brasileira de Pais de Bebês Prematuros (ONG Prematuridade.com) promoveu uma série de capacitações em UTIs neonatais. O workshop "Prematuro: Uma questão de Pele", foi realizado nas cinco regiões brasileiras, treinando aproximadamente 400 profissionais da saúde no modo presencial sobre cuidados com a pele do bebê prematuro.

O curso, destinado às equipes multidisciplinares, teve também o modelo à distância, mediante acesso à área do portal da Associação destinada aos profissionais da saúde. Além do curso, o espaço no site oferece também aos profissionais acesso a informações científicas importantes, com o objetivo de melhorar o atendimento do bebê prematuro nas instituições.

Eventos pela causa da prematuridade

Em outubro, quando faltava um mês para o Dia Mundial da Prematuridade, celebrado no dia 17 de novembro, a Associação realizou uma ação de sensibilização com os parlamentares na Câmara dos Deputados, em Brasília, e oficializou a criação da Frente Parlamentar Mista pela Causa da Prematuridade.

Caminhadas, piqueniques, seminários, rodas de conversas, foram algumas das atividades organizadas por dezenas de cidades, que formaram um grande mar roxo (cor que simboliza a causa da prematuridade) em praças, parques, ruas e também dentro dos hospitais. Aproximadamente 60 cidades aderiram ao Dia da Prematuridade e entre os dias 13 e 26 de novembro organizaram atividades com o objetivo de chamar a atenção para a causa do prematuro. Este ano a campanha teve como foco estimular a doação do leite materno, tendo em vista que ela pode salvar a vida de muitos prematuros: 1 pote pode salvar até 10 vidas.

O Brasil conta, atualmente, com 218 bancos de leite e mais 138 pontos de coleta, entretanto, com frequência muitos desses locais têm problemas no estoque. Por isso, incentivar a doação é fundamental, conforme explica a diretora executiva da ONG Denise Sugitani. "A importância do leite materno para o recém-nascido é indiscutível, mais ainda para os prematuros. Ele diminui os riscos de infecção, melhora o sistema imunológico e digestivo dos prematuros, diminuindo o tempo de permanência do bebê nas instituições", salienta.

Paralelo à campanha, a Associação participou de uma ação de doação de fraldas para prematuros internados em hospitais públicos, promovida pela marca Pampers. As fraldas foram lançadas especialmente para atender aos bebês prematuros internados e recém-saídos da UTI. Meio milhão de fraldas estão sendo doadas para mais de 30 instituições em todo Brasil.

Campanha S.O.S Prematuro

Para fechar o ano com chave de ouro a Associação lançou a campanha “S.O.S Prematuro”. A ação visa a ajudar hospitais públicos que necessitem de materiais e equipamentos essenciais para melhorar o atendimento aos bebês prematuros e suas famílias.

A S.O.S Prematuro começa com um projeto piloto no Hospital de Clinicas de Recife (HC-UFPE), que foi o primeiro local a receber o Workshop "Prematuro: uma questão de Pele". “Quando visitei o hospital pude perceber a falta de cadeiras adequadas para a realização do método canguru, que é fundamental para o desenvolvimento dos bebês prematuros”, destaca a vice-diretora da Associação, Aline Hennemann.

Através da campanha serão arrecadados recursos para a compra de 25 cadeiras especiais para que as mães possam realizar o Método Canguru, o qual promove um contato pele a pele precoce entre os pais e o bebê, de forma gradual e progressiva, favorecendo o vínculo afetivo e o melhor desenvolvimento do prematuro.

Para doar basta acessar o site Vakinha.com.br ou entrar em contato pelo [email protected]

Novas edições da campanha "S.O.S. Prematuro" serão realizadas nos próximos meses. Para serem contempladas com doações, as instituições precisam cumprir alguns requisitos, como fazer parte do Sistema Único de Saúde, incentivar o Método Canguru e o aleitamento materno e permitir a presença das famílias 24 horas dentro da UTI.

Hospitais interessados em participar das próximas edições podem entrar em contato pelo mesmo e-mail: [email protected].



Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se