• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

Mãe de prematuro produz leite especial

17/10/2011


     "A natureza é mesmo sábia. Se não, como explicar o fato de o leite da mãe de um prematuro já atender às necessidades do pequeno? “A carga proteica, por exemplo, é menor porque o rim do bebê, imaturo, às vezes não consegue excretar a quantidade elevada desses derivados”, contextualiza Hélder Leite, neonatologista do Hospital Santa Joana.



     O organismo humano também é preciso matematicamente. A mãe que tem seu bebê com 28 semanas produz um leite diferente da que tem com 32 semanas e ainda distinto da que não tem filho prematuro. “Ele é especial na composição e discretamente ajustado para o bebê”, complementa Renato Kfouri, da Sociedade Brasileira de Imunizações.
     O frágil organismo dos pequenos traz ainda uma peculiaridade. Por mais leite que a mãe tenha a oferecer, o prematuro, muitas vezes, não tem força para a sucção. Sem tal estímulo, o indispensável líquido pode secar. E aí, quando o bebê deixa a UTI e segue para casa, já capaz de sugar, poucas mães conseguem manter o aleitamento. É preciso recorrer a bancos de leite, como fez a mãe de trigêmeos Ana Paula da Fonte.
     “Quando os bebês estavam na UTI cheguei a amamentar, mas o leite não era suficiente e terminou ficando para o filho mais debilitado. Recorri ao banco de leite do Imip”, aconselha Ana Paula. O Recife conta com outros sete centros médicos que possuem unidades de banco de leite.

     Um alerta vale para as mães que acreditam poder doar – ou resgatar – leite sem a interferência desses hospitais. “Quando retirado para doação, o leite deve ser pasteurizado, já que algumas doenças podem ser transmitidas. É como uma transfusão de sangue”, aconselha Kfouri.



VANTAGENS DA AMAMENTAÇÂO


Para a mãe

  • O sangramento pós-parto diminui.

  • Reduzem as chances de desenvolver anemia, câncer de mama e de ovário, diabetes e infarto cardíaco.

  • A mulher que amamenta perde mais rápido o peso que ganhou na gravidez.

  • Favorece a relação afetiva com o bebê



Para o bebê

  • Na amamentação, o bebê recebe os anticorpos da mãe para proteção contra diarreia e diversos tipos de infecções, principalmente as respiratórias.

  • O leite materno diminui as chances de o bebê desenvolver alergias, colesterol alto, diabetes e obesidade.

  • O aleitamento materno também ajuda a criança a desenvolver-se bem, fisicamente e emocionalmente.

  • É um excelente exercício para o desenvolvimento da face e da fala.

  • É importante para que a criança tenha dentes fortes e bonitos.

  • Contribui também para que o bebê tenha uma boa respiração.

     Se unidos, amamentação, imunização e carinho de mãe, um detalhe ainda falta para que a proteção do prematuro esteja completa: a vacinação dos que cuidarão do pequeno. Pai, mãe, irmão mais velho, babá podem transmitir agentes infecciosos, em especial coqueluche e gripe. Com a chamada prevenção “casulo”, o prematuro estará seguro e em boas mãos.
     O assunto - tão especial para os bebês e para toda a família - ganhará destaque na 13ª Jornada de Imunizações, que reunirá renomados profissionais de Saúde para debater os avanços tecnológicos e programas públicos vacinais, entre outros temas, de 26 a 29 de outubro, em São Paulo. (P.S.)"

Fonte: http://ne10.uol.com.br/canal/cotidiano/saude/noticia/2011/10/06/mae-de-prematuro-produz-leite-especial-301990.php




  • TAGS

Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se