• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

Licença-maternidade estendida para mães de prematuros | Menos de 10% aderem ao Empresa Cidadã

16/02/2012


     Notícia um tanto decepcionante, pois a medida que estende a licença-maternidade para as mães de prematuros abrangerá os estabelecimentos participantes do Programa Empresa Cidadã.   


     Mas nossa luta continua!!! Para concordar com a proposta que estende a licença-maternidade para mães de prematuros, acesse o link disponível no final da matéria.





     "No fim de janeiro de 2012, o Programa Empresa Cidadã completou dois anos. Por meio dele, empresas que declaram imposto de renda por meio de lucro real poderiam se inscrever para possibilitar às funcionárias a ampliação da licença-maternidade de quatro para seis meses. Dados da Receita Federal mostraram que, até o dia 13 de fevereiro, 15.735 organizações haviam aderido ao programa. Este número corresponde a menos de 10% do total de empresas que têm a chance de fazer esta opção.
     Quando uma corporação se inscreve no Empresa Cidadã, as funcionárias grávidas passam a ter o direito de escolher entre os 120 dias obrigatórios ou os 180 (seis meses). Os valores desses 60 dias a mais são pagos pela empresa – e não pelo INSS como no caso da licença-maternidade obrigatória – e, depois, restituídos como desconto no imposto de renda a ser pago no ano seguinte.
     Em entrevista à CRESCER para o especial Mães e Trabalho, o vice-presidente de desenvolvimento organizacional e sustentabilidade da Natura, Marcelo Cardoso, declarou que a empresa está satisfeita por ter aderido: “É uma alegria saber que fomos uma das primeiras empresas a entrar no programa, que tem tudo a ver com a gente, pois favorece o vínculo. Uma de nossas linhas de produtos foi inteiramente estruturada pensando no vínculo entre a mãe e o bebê. Nós percebemos uma gratidão muito grande das funcionárias, elas ficam mais felizes e voltam mais tranquilas para trabalhar. Sobre os custos, eles são irrisórios. A gente nem contabiliza de verdade isso como custo.”



     Para acessar o link e concordar com a proposta que estende a licença para mães prematuras, clique aqui.






Fonte: http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI294845-10586,00-MENOS+DE+ADEREM+AO+EMPRESA+CIDADA.html





  • TAGS

Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se