• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

Evangelina: um milagre da prematuridade

24/01/2017 evangelinacomlogo01

"Olá, eu sou Evangelina, agora com 38 anos e sou prematura. Nasci de uma mãe fumante com 45 anos e já tinha 12 irmãos. Nasci de parto normal com parteira, com menos de 7 meses. Não sei quanto pesei, minha mãe contava que eu era tão pequena que dormia em uma caixa de sapatos nº 34.

Eu tinha bronquite asmática. Ela chorava todos os dias, pensando que eu iria morrer. Por causa da bronquite, me alimentava pouco e era magérrima. Aos 12 anos, pesava 32 quilos e sempre magra. A parte mais interessante é que não tive nenhuma sequela. Mamei no peito de minha mãe até os 6 anos de idade, o que me salvara, porque não me alimentava nas crises de asma. Minha bronquite sumiu aos 13 anos, e há vinte anos não tenho se quer gripe. Sou uma pessoa extremamente saudável e inteligente. Já fui aprovada em 6 concursos públicos e trabalho há 14 anos para a prefeitura da minha cidade.

Sou normal, apenas com 1,60 de altura, porque meus pais eram baixos. O maior milagre de tudo isso é que eu nasci para cuidar de minha mãe que ficou acamada 10 anos e que mesmo com menos de 7 meses de gestação sobrevivi sem ao menos ir ao médico ou sequer UTI neonatal. Me considero um milagre! Tenho 9 irmãos vivos. O mais velho é exatamente 30 anos mais velho que eu. Estamos na quarta geração, tenho 60 sobrinhos, 20 bisnetos e nascerá ano que vem o primeiro tataraneto de meus pais.

(relato próprio, enviado em 2014)



Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se