• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

Banco de leite humano de Boa Vista recebe certificação máxima sobre qualidade

21/01/2018 Unidade é referência Nacional e Internacional em coleta e distribuição de leite humano.

Pela terceira vez consecutiva, o Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital Materno Infantil Nossa Senhora de Nazareth (HMINSN), de Boa Vista (RR), recebeu a certificação de qualidade pela Rede Global de Bancos de Leite Humano na ‘Categoria A’. O título situa a unidade como referência Nacional e Internacional quando o assunto é coleta e distribuição de leite humano.

A enfermeira do BLH, Letícia Quadros, representou a unidade no Encontro Nacional de Coordenadores de Referências Estaduais para Bancos de Leite Humano, no Rio de Janeiro e recebeu a certificação.

“A regularidade na alimentação de dados do Sistema de Informação com dados de todo o processo de trabalho e o aperfeiçoamento dos servidores garantiram a nossa conquista. O prêmio reconhece a excelência da prestação de serviço da unidade”, disse.

Obter a certificação máxima mostra que os investimentos realizados no setor estão valendo à pena. Em 2014, a unidade chegou a ter apenas 19 doadoras e desde então este número cresceu para 170 doadoras, gerando uma coleta de mais de 100 litros de leite humano por mês.

Apesar desta conquista, a batalha continua devido ao aumento de recém-nascidos na UTI Neonatal (Unidade de Tratamento Intensivo). A unidade está precisando de doadoras para atender em média 30 bebês por dia. No mês passado, foram coletados 107 litros de leite de 58 doadoras externas.

Como se tornar doadora

Para ser uma doadora, a mãe deve comparecer no Banco de Leite ou ligar para os telefones 4009-4909, 4009-4939 ou 0800 728 0144 do Disk Aleitamento. A mãe faz o cadastro, realiza exames e recebe orientações de uma equipe multiprofissional. Depois desse processo é acolhida em ambiente próprio para ordenha ou orientada para ordenha no domicílio.

Para os casos em que as mães não podem ir à unidade, existe o projeto Bombeiro Amigo do Peito, no qual equipes do Corpo de Bombeiros fazem a coleta diretamente na residência da doadora.

A unidade funciona 24 horas para atender não só as mães que doam, mas todas as mulheres do Estado que apresentam alguma dificuldade de amamentar os bebês, ou que desejam tirar dúvidas sobre o aleitamento. Neste ano, já foram coletados mais de 1.127 litros de leite, que alimentaram 2.007 recém-nascidos.

Com informações do Governo do Estado.

Fonte: Folha BV (notícia original publicada em 08/12/17).
(Foto: Divulgação)



Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se