• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar

As batalhas e vitórias do querido Vinicius

10/01/2017 viniciuscapa

"Nesta semana temos muito o que comemorar, nosso pequeno de 875 gramas está completando um aninho! Um ano de muitas batalhas e vitórias.

Vinicius nasceu de 28 semanas, com 875 gramas devido a pré-eclâmpsia. Foi forte e reagiu muito bem. Alguns dias depois, o Vinicius piorou, teve que ser entubado. Os médicos não sabiam qual o motivo do quadro, já não nos davam esperança de que ele sobreviveria. Foram dias de muita angústia. Eram só notícias ruins. Ouvimos sempre a frase 'se preparem para o pior'. Tivemos muita fé, não desistimos do nosso pequeno. Após uma semana de aflição, a boa notícia: ele iria ser desentubado e estava melhorando cada dia mais.

Após alguns exames, descobriram que ele esteve ruim naqueles dias devido a uma hemorragia intracraniana grau 4, que poderia deixar sequelas. Lá vieram as frases ruins novamente, 'ele tem uma chance muito grande de ter parada cardíaca e piorar cada vez mais'. Continuamos com muita fé ao lado do nosso pequeno guerreiro. Ele foi melhorando cada dia mais. Foram feitos novos exames e descobriram uma sequela deixada pela hemorragia, que era hidrocefalia, e lá fomos nós pesquisar a doença. É o acúmulo de água na cabeça. Porém não nos deixamos abater.

Graças a Deus, fomos enviados a um hospital referência em neurocirurgia. E tudo deu certo, ele atingiu o peso necessário para sair da UTI e lá fomos nós para a pediatria aguardar a cirurgia para colocação da válvula. Foi um sucesso a cirurgia e em alguns dias fomos para casa. Foram 59 dias de hospital e saímos no dia 24 de dezembro de 2013, um grande presente de Natal para a família!

Se tivesse terminado ali... Porém as batalhas haviam apenas começado. A válvula acabou dando vários problemas, foram no total quatro cirurgias na cabeça. E a cada cirurgia eram mais de vinte dias de internação, muitas picadas e vários sustos. Ele realmente foi um guerreirinho! Em todas as cirurgias teve uma rápida recuperação e sempre sorrindo.

Graças a Deus, após a última cirurgia em maio não tivemos mais problemas e agora podemos nos concentrar no desenvolvimento dele. Afinal, de doze meses, cinco foram dentro de um hospital deitado.

Hoje só tenho a agradecer pelo meu bebê estar aqui com a gente, lindo e saudável. Dia 25 de outubro, será um dia de grandes emoções, passou um ano de muitas vitórias."

(relato da mamãe Paola, enviado em 2014)



Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se