• Parceiros oficiais:
  • Efcni
  • March of Dimes
Arraste para navegar
envie sua história

O milagre chamado Benício

18/06/2017 beniciocomlogo05

"Me chamo Luana Locatelli e já era mãe de um lindo menino de 3 anos. Então, planejamos uma nova gestação. Ela teve um início muito tranquilo, porém com algumas contrações, que era tratada com o uso de Ultragestam. Com 22 semanas tivemos a confirmação de que seriamos papais de mais um menino. Ficamos muito felizes, até então tudo muito tranquilo fora as contrações. Com isso, tinha consulta ao obstetra a cada 15 dias.

Com 27 semanas fomos a consulta do pré-natal e estava tudo muito bem, porém começou uma dor estranha em uma perna. Liguei e relatei para a obstetra. Ficou o alerta que poderia ser a circulação sanguínea, mas não. Com 28 semanas, a surpresa: a bolsa rompeu! O desespero foi grande, nosso bebê iria nascer e eu não tinha noção do que estava por vir. Só nos restava rezar e pedir a Deus que ele sobrevivesse.

Nosso filho Benício nasceu através de uma cesárea, com 1,200kg e 37,5cm. Sim, ele chorou na hora do parto! Ali foi um "alívio". Recebeu Apgar 9 no 1º minuto de vida. Foi direto para UTI Neo, porém sem necessidade de entubar. Fez o uso de oxigênio por BPAP durante 15 dias. Com 5 dias de vida, chegou a pesar 960g. O processo de aumento de peso era lento, porque as medidas de mamadas eram muito pequenas. Começou com 1ml de leite materno pois tinha todo um cuidado com que ele aceitasse o leite. Depois passou para CPAP por mais 17 dias.

Com 35 dias, tivemos uma intercorrência. Nosso filho acabou passando por uma bactéria que gerou pneumonia e ficou bem doentinho, teve que então ser entubado e fez o uso de 3 transfusões sanguíneas pois acabou tendo uma anemia. O susto foi grande porque até então sua recuperação estava sendo muito boa. Foram 6 dias entubados, ele se recuperou e voltamos ao processo BPAP, CPAP e campânula até conseguir ficar sem O².

Com 52 dias, tivemos alta da UTI para pediatria. Sua recuperação foi extremamente rápida e com 5 dias recebemos alta hospitalar sem nenhuma sequela.

(relato da mamãe Luana Locatelli, enviado em 2016)

envie sua história


Tem um bebê
prematuro?

Preencha nossos cadastro e ajude
a direcionar as ações da nossa ONG

Cadastre-se